3 de out de 2011

Policiais e bombeiros militares realizam amanhã assembleia para definir rumos das mobilizações em prol do subsídio

As entidades representativas dos policiais e bombeiros militares, dentre elas a Associação dos Cabos e Soldados, realizam amanhã, às 14h, uma assembleia geral para junto com a categoria definir quais serão os rumos da negociação com governo do estado para aprovação do subsídio. A assembleia acontece no Clube Tiradentes.

A negociação com o governo se estende desde março e após meses de muitas reuniões e promessas nada foi definido. Na última reunião, realizada no dia 27 de setembro, a equipe do governo apresentou uma proposta inaceitável para a categoria. Na proposta o valor do salário do soldado passaria de R$ 3.447 (valor da proposta apresentada pelas entidades) para R$ 2.700, fugindo completamente do índice mínimo de 20% do salário do coronel para soldado. A proposta apenas manteve o valor de R$ 17 mil para o coronel. Além da distorção nos valores o governo propôs que esse aumento seja parcelado até 2015.

As entidades representativas dos praças e oficiais foram unânimes em manter a reivindicação do índice de 20% para o soldado e aceitação do parcelamento até 2014. O governo garantiu estudar a proposta e apresentará os estudos de impacto na folha no próximo dia 10 de outubro. "Durante todos esses meses negociamos sem paralisação. Não vamos aceitar nenhuma proposta com um salário inferior a R$ 3.447 para o soldado. A proposta encaminhada foi um consenso entre todas as entidades e os Comandos da Polícia e Bombeiro Militar. Estamos muito preocupados com o tempo, pois a mensagem do orçamento 2012 já está na Assembleia Legislativa sem a previsão orçamentária necessária para aplicar o aumento", afirma o Cabo Jeoás, presidente da ACS PM/RN e vice-presidente da Associação Nacional dos Praças.

Serviço:

Assembleia Geral Unificada de Policiais e Bombeiros Militares

04 de outubro - às 14h

Clube Tiradentes (Avenida Presidente Bandeira, 1158 - Alecrim)

Fonte: *Assessoria de Imprensa da ACS PM/RN

Fonte: Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário