27 de jun de 2011

Polícia Militar de Goianinha prende acusado de estuprar 2 jovens

Uma guarnição da polícia militar de Goianinha, sob o comando do Capitão Sandrine, prendeu no final da manhã de hoje João Batista da Silva, 42, residente do bairro Bosque das Palmeiras, acusado de duplo estupro ocorrido na manhã deste sábado (25), em um trecho do canavial entre a cidade de Goianinha e Canguaretama, onde foram vítimas as irmãs J. M. da S. (22) e a menor D.K.M, (16).

De acordo com o boletim de ocorrências lavrado da Delegacia de Polícia Civil de Goianinha, a mãe das vítimas conta que elas foram estrupadas mediante violência, ameaça de sequestro e morte. Relata ainda o B.O., que as vítimas foram deixadas pelo elemento nas proximidades do bairro do Rio da Ponte que usou um Fiat Uno vermelho para praticar o ato criminoso.

A Prisão

Ao serem deixadas pelo elemento nas proximidades do Rio da Ponte, estas anotaram a placa do veículo e as características. No final da manhã deste domingo, passando em frente a um supermercado da cidade e próximo a feira-livre do município, as vítimas identificaram João Batista e procuraram a Polícia Militar que agiu rápido após fazer um cerco, efetuando a prisão do acusado. João Batista estava a pé e a polícia localizou o Fiat utilizado para praticar o ato criminoso escondido dentro do canavial, próximo a sua residência no Bosque das Palmeiras.

Em conversa com o acusado, este confessou o fato denunciado e disse não ser usuário de drogas, não estar embriagado e nem ter passagem pela polícia. Disse ainda não entender porque fez isso e se disse arrependido.

João Batista será ouvido pelo Delegado Civil de Goianinha na manhã desta segunda-feira (27) e em seguida encaminhado para o presídio provisório da cidade de Nova Cruz.

Fotos: Eugenio Dantas

Nenhum comentário:

Postar um comentário